Diretoria da EsmaPB visita Esmarn para conhecer Programa de Residência Judicial

A Direção da Escola da Magistratura do Rio Grande do Norte (Esmarn) recebeu, nesta segunda-feira (06), a visita de magistrados e assessores da Escola Superior da Magistratura da Paraíba (EsmaPB).

A comitiva, composta pelo desembargador Marcos Cavalcanti (diretor da EsmaPB),  juiz Eduardo José de Carvalho (diretor adjunto), Paulo Romero Ferreira (gerente acadêmico) e pelos servidores Rosa Virgína Scarano e José Iran Filho, reuniu-se com o juiz Airton Pinheiro, coordenador administrativo da Esmarn e os servidores Cristina Leandro, Helena Vila Nova e Fillipe Azevedo, com o objetivo de conhecer o funcionamento do Programa de Residência Judicial, para possível implementação do projeto análogo em seu Estado.

Diretores e assessores da EsmaPB se reúne com diretoria e servidores da Esmarn

Na ocasião, a equipe pedagógica da Esmarn explicou sobre a construção da grade curricular e o cronograma do curso, ressaltando a importância do convênio com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e seu êxito há 4 anos.

O desembargador Marcos Cavalcanti mostrou entusiasmo: “escutamos diversos elogios em todo Brasil sobre o Programa de Residência Judicial da Esmarn, o que nos moveu a conhecer de perto o projeto”.

Residência Judicial

O Programa de Residência Judicial é um curso de pós-graduação lato sensu, caracterizado pela formação teórica e prática em ambiente forense, visando ao aperfeiçoamento profissional na atividade judicante. O curso é promovido pela UFRN em parceria com a Esmarn.

A Residência Judicial é formada por dois eixos interligados de formação. O primeiro (Módulo R1) é constituído por aulas teóricas e práticas, que objetivam inserir o aluno no domínio dos temas da Residência Judicial, com carga horária de 360 horas a ser cumprida na Esmarn, em Natal. O segundo é formado pelos Módulos R2 e R3, caracterizados pela vivência em ambiente forense (Unidades Judiciárias ou Núcleos de Apoio à Prestação Jurisdicional), tendo a prática como eixo estruturador da aprendizagem.

Os dois últimos módulos possuem carga horária que varia entre 1440h e 2290 horas, podendo ser cumpridas nas Comarcas de Natal, Parnamirim, Macaíba, São Gonçalo do Amarante e Extremoz.